W1siziisimnvbxbpbgvkx3rozw1lx2fzc2v0cy9myxvyzw5jzsbtaw1vbnmvanbnl3n1yi1iyw5uzxiylmpwzyjdxq

Blog

A carreira, não óbvia, do advogado

12 Feb 17:00 by Heloisa Toller

W1siziisijiwmjavmdivmtivmtcvmzcvmjavnje2l2nhcnjlaxjhlxbyb2zpc3npb25hbc0xlmpwzyjdlfsiccisinrodw1iiiwiodawedq1mcmixv0

Não é novidade que o mercado jurídico é extremamente competitivo. O número de advogados rompeu a barreira do um milhão e se sobressair perante a concorrência é tarefa cada vez mais difícil.

Há alguns anos atrás, quando um advogado se formava, ele não tinha muito mais que três opções: advogar em um escritório, ser contratado por uma empresa ou seguir na carreira pública. Do início da carreira até a sua aposentadoria, esse profissional respirava apenas o Direito. Essa não é mais a realidade em que vivemos.

Independentemente se você optar por construir sua carreira em um escritório ou em um departamento jurídico de uma empresa (ou em ambos, por que não?) o advogado, para ter sucesso, terá que entender muito mais do que Direito. Se quiser empreender e abrir o próprio escritório, conhecimentos de finanças e marketing, por exemplo, serão essenciais.

O fato é que, só quem entender de áreas além do Direto irá se sobressair. Não é à toa que os escritórios já estão reestruturando suas áreas de acordo com segmentos de negócio: Oil & Gas / Agronegócio / Planejamento Patrimonial e Sucessões, por exemplo. Os profissionais estão se tornando experts em seus mercados de atuação. Quem não falar a linguagem de seu Negócio, não irá sobreviver.

Atualmente, a carreira do advogado possibilita inúmeros caminhos além da área jurídica por si só: Compliance, Governança Corporativa, Área de risco e até participação em conselhos de empresas tornaram-se possibilidade reais.

Os profissionais do Direito enfrentam ainda um mercado onde a tecnologia é cada vez mais presente, abrindo mais opções através de funções como Legal Operations e o Arquiteto de software jurídico, por exemplo - carreiras ainda desconhecidas pouco tempo atrás. O profissional apto a criar saídas para negócios inovadores e a solucionar questões jurídicas complexas ganha destaque.

O que podemos concluir é que o Direito ainda é uma carreira segura e duradoura. Seja através de áreas já estabelecidas como Compliance e Governança, através das novas posições que surgem com o avanço da tecnologia, ou através da participação em conselhos, sempre haverá espaço para o bom profissional, independente de sua idade e tempo de experiência. Aquele que se capacita, dedica-se a conhecer a fundo o seu mercado e se preocupa em desenvolver habilidades comportamentais importantes como criatividade, persuasão e adaptabilidade, sempre terá seu espaço e credibilidade no mercado de trabalho.